Lua cheia – Poema do Arrependimento

sky space moon astronomy
Photo by Pixabay on Pexels.com

Hoje é dia de lua cheia! A magia está no ar… e muita energia também.

Por que não utilizar toda essa potência energética a nosso favor? Vamos utilizar esse momento para liberarmos aquelas ações, palavras ou pensamentos, que de uma forma ou de outra deixaram uma marca negativa no universo – vamos liberar nossos karmas prejudiciais!

Karma – pensamento, palavra ou ação, praticada por um individuo ou grupo, e que deixa uma marca no universo. Marca essa benéfica, neutra ou prejudicial. Para quem quer saber um pouco mais sobre karma ou carma, clique aqui.

Diz a tradição budista que Shakyamuni Buddha ou o Buda historico, reunia as suas duas comunidades ou Sangha, masculina e feminina, de 15 em 15 dias, nas luas cheias e luas novas, para entoar o Poema do Arrempendimento.

Nas práticas do Zen Budismo a tradição se perpetua…

Esse é um momento para voltarmos o olhar para nós mesmos e tomarmos consciência do impacto das nossas ações no mundo. Um momento para assumirmos a responsabilidade de nossos pensamentos, nossas palavras e ações…

Afinal, você já parou pra pensar que quando nós depositamos no outro a responsabilidade de algo que acontece conosco, não depositamos só a responsabilidade da ação, mas oferecemos junto com ela todo o nosso poder de ação?

Então belos loucos e belas loucas… se vocês querem continuar no contrôle do navio, assumam as coordenadas do trajeto, independentemente se a escolha do caminho foi boa ou não! Sempre tem um retorno em algum lugar, mas você só poderá pegá-lo se estiver no comando do leme!

Assuma o seu poder de ação… Você terá toda a liberdade de fazer escolhas, mas deverá assumir a responsabilidade das consequências!

Assim, num mundo onde tudo é instantâneo, rápido e superficial… e isso não é uma crítica, mas uma constatação… até porque não acredito que as pessoas não tenham mais interesse em aprofundar conhecimentos, mas simplesmente porque viver numa era tecnológica é aprender a aceitar que a instantaneidade é quase que inevitável, mesmo que esse seja um conceito difícil de compreender… bref… é ainda mais importante e necessário criarmos momentos de paz interior e de contato verdadeiro com aquele ser iluminado que está… dentro de nós mesmos!

Poema do Arrependimento

meditacao-gassho.jpg

Mãos em gassho

Repita 3 vezes, com profunda e sincera intenção

“Todo carma prejudicial, alguma vez cometido por mim, desde tempos imemoriáveis

Devido à minha ganância, raiva e ignorância sem limites

Nascido de meu corpo, boca e mente

Agora, de tudo, eu me arrependo.”

A cada lua cheia e lua nova!

E assim é!

Namastê

Bela Louca Nanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

Pupilas Dilatadas

Percepção, Catarse e Poesia

Psicólogo André Lopes Aricó - CRP 08/14628

"Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo."

Divagações & Pensamentos

Um pouco da minha (in)sanidade revelada pela palavra. Instagram @divagacoesgcc

As Belas Loucas

Um blog inspiraçao!

%d blogueiros gostam disto: